Paixão Por Tereré Vira Negócio

Você gosta de tereré? Cê ama Tereré? Já pensou em ganhar dinheiro com isso? pois veja essa matéria em que um pequeno empresário de Campo Grande montou uma franquia e agora faz sucesso com a venda de produtos e acessórios para o consumo da bebida! Isso pode lhe servir de inspiração! ;)


video

Sorvete de Tereré!!!!!!!!

Aqui em Porto Velho tá fazendo um caalor do car4$#!!! O que tem feito a gente tomar muito mais Tereré, o que não poderia ser diferente mesmo que tivese fazendo frio! Mas o que tambem combina com calor é Sorvete! E pra quem é viciado num Mate nada melhor do que aproveitar o momento e tomar um sorvete de Tereré! Só pra varaiar um pouquinho!

Divino Tereré!



O Tereré é 100% natural, possui uma grande quantidade de cafeína, sendo por isso um ótimo estimulante. Combate a depressão, diminuí os triglicerídeos no sangue, ajudando nas dietas de redução de peso e na prevenção de doenças cardíacas.
Também possui quantidades apreciáveis de vitaminas A, B, C, D, e E, e de sais minerais como cálcio, magnésio, sódio, ferro e flúor, e de substâncias antioxidantes, como compostos fenólicos e ácido cloro gênico. Esta propriedade antioxidante retarda o envelhecimento do organismo e diminuí a probabilidade de câncer, diminuí as taxas de mau colesterol e aumentam as de bom colesterol, pesquisas indicam que combate a aterosclerose.
A riqueza em vitamina E, ajuda a regularizar as funções sexuais, pesquisas científicas preliminares indicam que pode atuar na prevenção e como auxiliar no tratamento do Mal de Parkinson.
Pesquisas feitas sugerem os seguintes efeitos benéficos: estimulante da atividade física e mental estimula a circulação, aumenta o ritmo cardíaco, facilita a digestão, favorece a evacuação (fezes) e a micção (urina), promove a regeneração celular, elimina o estado depressivo, aumenta a resistência de músculos à fadiga, aumenta a força muscular, desenvolve as faculdades mentais, tonifica o sistema nervoso, regulariza a respiração, facilita a digestão, promove sensação de bem-estar e vigor, regulam as funções sexuais, efeitos benéficos na pele, previne a arteriosclerose, melhora a memória, previne gripes e alergias, diurético, diminuí colesterol e triglicerídeos, aumenta o gasto energético.

MITO ou VERDADE?
A erva tomada gelada conserva mais propriedades que servida quente?
Verdade! As substâncias e propriedades da erva se mantém intactas com temperaturas baixas, por isso orienta se a não ferver a água no caso do chimarrão e sim usar água fervente.
O tereré engorda?
Mito! Se preparado apenas com água e erva não engorda, pesquisas mostram que é justamente o contrário a erva auxilia no processo de emagrecimento tanto pela ausência de calorias quanto pelas suas propriedades.

Fonte:

Amostras de erva-mate apresentam chumbo e cádmio


Amostras de erva-mate apresentam chumbo e cádmio
Índices de 5% estão acima do permitido. Análise foi feita depois que o Uruguai recusou duas cargas do produto.
(Rio Grande do Sul)
video 
Ainda assim devemos estar atentos a qualidade dos produtos.

Data:30/07/2014

Aprenda a pagar as contas com o Guri da Erva-Mate

Você tá endividado, tá apertado, as vezes não tem nem para comprar o mate?
O Guri da Erva-Mate te dá dicas preciosas que vão ajudá-lo a colocar as contas em dia!

Feliz dia das Mães!




O nosso muito obrigado a todas as mães do mundo!

Erva-Mate: a rainha dos fitoterápicos

A nossa erva saborosa e refrescante é considerada um excelente ingrediente para tratamentos naturais como planta medicinal e até utilizada em dietas.
Erva-mate

Fitoterapia
Para entender melhor, podemos dizer que a fitoterapia é o estudo de plantas medicinais e suas aplicações na cura de algumas doenças. Surgiu na China por volta de 3000 a.C. e é muito confundida com "medicamentos fitoterápicos" mas há diferenças, já que estes são produtos industrializados preparados em farmácias, enquanto que na fitoterapia utiliza-se a infusão na forma de chás e extratos das plantas, ou seja, na forma mais natural.

Composto Químico
Encontra-se na erva-mate grande presença de cafeína, ácido matetânico, óleo essencial, oxalato e carbonato de cálcio, carbonato de lítio, sulfato de sódio, celulose, matérias resinosas, pépticas, entre outros. Por possuir uma imensa propriedade medicinal, a erva-mate tem sido objeto de estudo de diversos laboratórios para explorar ainda mais seus benefícios, conheça os principais:

1- elimina fadiga, estimulando a atividade física e mental;
2- atua sobre a circulação, acelerando o ritmo cardíaco, diminuindo assim, a tensão arterial; atua sobre o grande simpático sem desequilibrá-lo, como o café, e harmoniza o funcionamento bulbo-medular; não produz insônia atuando diretamente sobre o sistema locomotor;
3- atua sobre o tubo digestivo, ativando os movimentos peristálticos do estômago e dos intestinos, favorecendo a evacuação e a mictação;
4- como nutritivo apresenta duas características:
a) acelera a digestão (assimilação), eliminando as perturbações digestivas;
b) contêm elementos resinosos albubinoides assimiláveis; é um anticonsumidor, verdadeiro dinamógeno.


Matéria na revista VOGUE


Rainha dos Fitoterápicos
Se quiser explorar ainda mais as propriedades da erva-mate além do tereré, poderá encontrar em fórmula de cápsulas ou até mesmo em chás em forma de sachê. Recomendamos que consulte um especialista fitoterápico para saber qual o tratamento ideal para seu organismo. Lembre-se, não vá substituindo na sua alimentação sem antes a consulta de um nutricionista.

post originario do 

http://www.blogdoteras.com/

Tá com calor? Toma um Tereré!



Aprenda como preparar um bom tereré

  1. Coloca-se a erva-mate na guampa até aproximadamente 2/3 da sua capacidade.
  2. Tapando a boca da guampa com a mão, procura-se através de leves movimentos, para cima e para baixo, separar, os talos e palitos da erva propriamente dita.
  3. Inclina-se a guampa mais ou menos 45º e retira-se a mão, fazendo com que os palitos da erva fiquem na parte inferior, formando uma trama que facilitará a entrada da água na peneira da bomba.
  4. Na mesma posição anterior, despeja-se a água gelada.
  5. A colocação da bomba é um momento decisivo no preparo de um bom tereré. Tapando-se o bocal com o polegar, introduz-se a bomba no lado cheio de água da guampa, até o fundo. Com movimentos de pulso, procura-se a melhor posição para que ela fique firme. Retira-se o polegar e observa-se o nível da água, que deve baixar alguns centímetros. Isto prova que o tereré está desentupido.
  6. Com a guampa já na posição vertical, coloca-se a água gelada.
  7. Tomar o seu Tereré e relaxar! Sozinho ou acompanhado, um tereré sempre vai bem.

"Ai que preguiça!"

Na preguiça de servir tereré, comerciante inventa suporte com alavanca



Foi pela preguiça de servir, que comerciante criou a engenhoca. Só descer a alavanca que a garrafa enche a cuia.
Foi pela preguiça de servir, que comerciante criou a engenhoca. Só descer a alavanca que a garrafa enche a cuia.
Ele não leva a sério a ideia até hoje e achou que a entrevista fosse uma brincadeira encomendada pelos amigos. Mas na terra do tereré, a água gelada na erva já virou cultura, assim como tudo o mais que tem relação com a bebida. Foi a preguiça que impulsionou o comerciante José Paulo Martins, de 34 anos, a criar uma engenhoca que serve até 2 litros de tereré, graças a uma alavanca.

“Estava fazendo aqui, fui soldando e fiz. Eu já tinha visto uma, mas não daquele jeito, aprimorei a ideia e acho que ficou mais legal”, comenta José Paulo.

O comerciante está sempre se revezando entre dois sacolões do bairro Tijuca, um na avenida Souto Maior e o outro, na Panambiverá. Pronto, ele não tem nenhum... Aliás, que nome leva a tal da engenhoca? Perguntei e ele criou ali, na hora. “Nem eu sei o nome, suporte para tereré, acho que é isso”, afirma.
O primo do inventor, Zildo Lopes, foi quem propagou a ideia no Facebook.  
O primo do inventor, Zildo Lopes, 
foi quem propagou a ideia no Facebook.

O modo de usar é bem simples e dispensa manual. “Encaixa a garrafa de tereré e o copo. É um suporte feito para uma garrafa de 2 litros, para não precisa molhar a mão toda hora, aí tem o cabinho, pega, vira e já era”, ensina.


Criada há três meses, da linha de produção saíram só 20 peças. Algumas vendidas, distribuídas entre a família e outras que foram parar até no Mercadão Municipal. Só que o produto parece não ter agradado o público na barraca, porque ele diz que nunca ouviu falar se vendeu ou não ou se precisava de mais.

O preço, é um tanto considerável. “Vendi por aí numa média de R$ 40. Se o povo compra? Compra, ninguém gosta de ficar servindo, é coisa para preguiçoso”, admite.

Se tem clientela e procura, quero entender porque o inventor não produz mais. “Um monte de gente já me pediu, mas não tenho tempo. Se eu tivesse deixado no sacolão, já tinha saído uns 30”.

Os tomadores de tereré que quiserem fazer pressão, é só procurar pelo Zé Paulo no sacolão do Tijuca, vai que ele resolve dar continuidade à engenhoca?


Boas Festas!


Um Feliz Natal e um Prospero Ano Novo


  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO